PERDA AUDITIVA
O QUE É A PERDA AUDITIVA?

Como já diz o nome, perda auditiva é uma redução na habilidade de ouvir. Chamada de parcial, quando apresenta diferentes tipos e graus (leves, moderados, severos e profundos), e conhecida como surdez em casos de ausência total da audição.

10,7 MILHÕES
DE BRASILEIROS SOFREM DE PERDA AUDITIVA.

É COMUM E AFETA
1 EM CADA 6 ADULTOS.

1/3 DAS PESSOAS
ACIMA DE 60 ANOS POSSUEM PERDA AUDITIVA.

Perda auditiva é coisa de gente idosa?
 

PERDA AUDITIVA É COISA
DE GENTE IDOSA?

A perda auditiva é uma disfunção muito comum e, por ter o envelhecimento como uma de suas causas mais habituais, afeta, sim, grande parte das pessoas de maior idade. No entanto, dizer que perda auditiva é “coisa de gente idosa” é um grande equívoco, já que afeta inúmeras pessoas abaixo da terceira idade.

TIPOS DE PERDA AUDITIVA.

No geral, podemos separar a perda auditiva em três tipos: Neurossensorial, Condutiva e Mista. É sempre importante consultar especialistas para a identificação correta do seu tipo de perda.

A PERDA SENSORIONEURAL

A perda Neurossensorial é o tipo mais comum de perda auditiva. Ela faz parte de 90% dos casos e ocorre quando os nervos da Cóclea e células ciliadas do ouvido são danificados.

Apesar das causas não serem sempre identificadas, a perda Neurossensorial está, normalmente, relacionada ao processo gradual de desgaste do sistema auditivo, relativo à idade ou à alta exposição a ruídos intensos.

Características:
• Os sons ficam mais baixos e distorcidos.
• Afeta, primeiramente, a habilidade de ouvir sons agudos.
• A habilidade de ouvir sons graves normalmente é preservada.

A PERDA CONDUTIVA

A perda Condutiva é, normalmente, o resultado de obstruções nas regiões mais superficiais do sistema auditivo, como a formação de cera, cistos ou inflamações. Nesses casos, a informação sonora não consegue chegar por inteiro no interior do ouvido. A perda Condutiva costuma ser temporária e pode ser corrigida com a remoção da cera, uso de medicamentos e até cirurgia.

A PERDA MISTA 

Há casos em que a perda Neurossensorial ocorre simultaneamente com a perda Condutiva. Essa junção é chamada de perda Mista e acontece quando o ouvido externo, por obstruções relativas à perda Condutiva, impede a condução do som para a parte interna do ouvido, que também sofre dificuldades Neurossensoriais de processar tal informação e mandá-la para o cérebro.

CAUSAS DA PERDA AUDITIVA.

A alta exposição a barulhos e o processo natural de envelhecimento do corpo são as causas mais comuns da perda auditiva, mas há vários motivos pelos quais perdemos nossa capacidade de ouvir. Veja alguns deles:

Principais causas da Perda
Sensorioneural

• Envelhecimento.
• Alta exposição a sons fortes.
• Traumas na cabeça.
• Infecções virais.
• Genética e hereditariedade.
• Medicamentos ototóxicos.

Outras causas:
• Meningite, Cobreiro, Diabetes, Síndrome de Menière
(Distúrbio no ouvido que causa vertigem), Neuroma acústico, Obesidade, Hipertensão e Tabagismo.

Principais causas
da Perda Condutiva

• Infecções no canal auditivo.
• Perfurações ou cicatrizes no tímpano.
• Formação de cera.
• Deslocamento dos ossículos do ouvido.
• Otosclerose (doença na orelha média).
• Tumores.

OS GRAUS DA PERDA AUDITIVA.

Além de existirem diferentes tipos, há também diferentes graus de perda auditiva, que são clinicamente rotulados de acordo com os limiares auditivos de cada pessoa, indicados pela menor intensidade de som percebida durante a audiometria.

Perda Auditiva Leve

Pessoas com perda leve, conseguem ouvir a fala natural, porém apresentam dificuldade para compreender conversas, especialmente em ambientes ruidosos.

Perda Auditiva Moderada

É considera perda moderada, quando o paciente ouve pouco ou nada da fala natural, tem dificuldade de conversar ao telefone e as conversas ficam incompreensíveis mesmo em ambientes com pouco barulho.

Perda Auditiva Severa

Pessoas com perda severa apenas ouvem ou reconhecem sons mais fortes. Encontram dificuldade para localizar a origem do som e têm grande dificuldade na comunicação e convívio social.

Perda Auditiva Profunda

A perda profunda acontece quando o paciente consegue ouvir apenas sons muito fortes. Poucos sons do cotidiano são percebidos e a comunicação é muito prejudicada.

QUEM SOFRE DE PERDA LEVE
PRECISA USAR APARELHO
AUDITIVO?

Muito se fala sobre as perdas leves ou mínimas de audição, que estão começando a aparecer. Entenda qual a relação dos aparelhos auditivos com esse tipo de perda auditiva.

PERGUNTAS FREQUENTES
SOBRE PERDA AUDITIVA.

Ainda não esclareceu suas dúvidas? Reunimos e respondemos os questionamentos mais recorrentes sobre saúde auditiva.

Descubra Também

O que é o Zumbido? Causas, sintomas e tratamento.

O que é o Zumbido? Causas, sintomas e tratamento.

Entenda tudo sobre aparelhos auditivos.

Entenda tudo sobre aparelhos auditivos.

O que é a perda auditiva?

O que é a perda auditiva?